Consulado Geral de Portugal em Manchester

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Legalização de documentos

Os documentos (procurações, certidões, certificados, diplomas, etc) emanados por países signátários ou aderentes à Convenção de Haia de 5 de Outubro de 1961, nos quais se incluem Portugal e o Reino Unido, serão legalizados por Apostila.

Para saber quais os países signatários da Convenção de Haia, clique aqui.

Se pretender a legalização de um documento emitido no Reino Unido, para que este seja reconhecido em Portugal, deverá contactar o Legalization Office. Caso pretenda a legalização de um documento português, de forma a ser reconhecido no Reino Unido, deverá contactar a Procuradoria-Geral da República

No caso de se tratar de um documento emitido por um país que não seja signatário da Convenção de Haia, deverá contactar a missão diplomática portuguesa nesse país para proceder à respetiva legalização.

 

IMPORTANTE:

As certidões de nascimento, casamento e óbito a apresentar neste Posto e emitidas em Modelo Internacional pelos países signatários da Convenção de Viena de 8 de setembro de 1976  dispensam qualquer legalização, incluindo as certidões informatizadas emitidas pelas autoridades cabo-verdianas.

Os documentos estrangeiros só produzem efeitos na ordem jurídica portuguesa após a sua tradução. Como tal, os documentos a apresentar neste Consulado que não estejam em Português, Inglês, Francês ou Espanhol deverão ser devidamente traduzidos.